quinta-feira, 22 de março de 2012

"A GRANDE ESPERANÇA"... SERÁ?





Há algum tempo finalizei a leitura do livreto adventista: "A Grande Esperança", escrito pela Sra. Ellen white. Na verdade, o livreto é um resumo do best-seller: "O grande conflito". Realmente apreciei muitas colocações da Sr. White no livreto. Entretanto,gostaria de compartilhar com os leitores do blog a minha preocupação com alguns acontecimentos e argumentos utilizados por ela no livro. Ela diz que várias coisas aconteceram sem nem ao menos mostrar na Bíblia suas afirmações e isso é uma coisa muito séria! Em Apocalipse aprendemos que a pessoa que acrescenta algum ensino às profecias de Deus é alvo da Ira e Maldição Dele (Ap: 22.18-19). Então, consideremos algumas citações do primeiro capítulo:

A Sra. White afirma nas páginas 12 (Último Parágrafo) e 13 (No mesmo parágrafo):

"Deus tolerou Lúcifer durante muito tempo. Não foi rebaixado de sua posição elevada, nem mesmo quando começou a apresentar suas pretensões diante dos anjos. Inúmeras vezes lhe foi oferecido o perdão, com a condição de que se arrependesse e abandonasse seu orgulho [...] Se Lúcifer tivesse feito isso, poderia ter salvo a si mesmo e a muitos anjos".

Entretanto, nenhum dos textos bíblicos que ela mencionou na página 11 (Ezequiel 28:12-15, 17, 6 / Isaías 14:13-14) afirmou que Deus concedeu oportunidade para Lúcifer se arrepender! Sei que Deus é misericordioso para com os homens (Ex: 34.6-7), pois foi por eles que Cristo morreu. Mas, quanto aos anjos, a Bíblia nunca ensinou que Deus concedeu a eles oportunidade de arrependimento, mas, simplesmente, os condenou por terem sido rebeldes contra Ele (2a Pe 2.4 / Judas 1.6-7). Então, com que autoridade ela fez tal afirmação, já que nem a Bíblia ensinou o que ela disse acima?

Outro detalhe esquisito é a autoridade que ele concede a Lúcifer de salvar outros anjos. Mas, se não havia pecado, ele os salvaria de que? E, se ele realmente tivesse salvado os anjos, Lúcifer poderia ser considerado uma espécie de "Messias Angelical"?

Ainda na página 13 (Penúltimo parágrafo), esta Sra. afirma:

"[...] Satanás simulou haver sido julgado de forma errada, e disse que os demais desejavam privá-lo de sua liberdade. Depois de interpretar de maneira equivocada as Palavras de Cristo, passou à falsidade aberta, acusando o Filho de Deus de tentar humilhá-lo diante dos habitantes do céu"

Ora, ora, ora, estas colocações são muito sérias! Como é que esta senhora pode afirmar que tudo isso aconteceu, se NENHUM DOS TEXTOS BÍBLICOS QUE ELA MENCIONOU, ensinam isto. A única coisa que ensina nos textos de Ezequiel e Isaías é que realmente um tal querubim (que não especifica nome) quis ser igual a Deus, mas não fala que ele "acusou o Filho de Deus de tentar humilhá-lo". Isso é acréscimo aos ensinos da Escritura. Deus não deu oportunidade alguma de arrependimento aos anjos, já que ele os condenara eternamente.

E, que "palavras de Cristo" satanás deturpou no céu? O apóstolo João nos diz que tudo o que o Cristo fez ou ensinou necessário para sermos salvos, nos foi registrado. Ou seja, apesar de não sabermos tudo o que ele disse ou fez, o que foi registrado nas Escrituras é suficiente para nós. Onde estão as palavras deturpadas de satanás sobre o Cristo na Bíblia?

Bem, como se já não bastasse, ela continua na página 14 (primeiro parágrafo):

"Deus, em sua sabedoria, permitiu a Satanás continuar sua obra, até que a atitude de desafeição amadurecesse e se torna-se uma visível revolta"

Deus permitiu que um anjo celestial continuasse enganando outros anjos? Por quanto tempo? Onde a Bíblia ensina isso? Nesta mesma página, as expressões: "... Satanás havia alegado..." (final do 2o parágrafo) e "... Ele declarou..." (4o parágrafo) deixam claro que ela viu ou ouviu estas declarações do diabo em algum lugar... mas onde? Ela não mostra os textos bíblicos. De onde a Sra. White tirou todas estas colocações satânicas?

Na página 15 (no começo da página), ela fala sobre outra coisa que, pelo menos eu, nunca vi na Bíblia (E olha que eu já li ela toda):

"[...] os habitantes do céu e de OUTROS MUNDOS [negrito meu]..." 

A Bíblia ensina que existem extra-terrestres? Em que texto?

Ainda na página 15 (penúltimo parágrafo), ela continua dizendo que "[...] Satanás e suas hostes lançaram a culpa de sua rebelião sobre Cristo". Em que texto da Palavra isso é ensinado?

Infelizmente, a Sra. White faz diversas declarações como essas em todo o livreto sem qualquer testemunho bíblico. Numa próxima postagem colocarei comentários dos outros capítulos. Deus nos abençoe e nos conduza à verdade!

2 comentários:

  1. Irmão Luis. Paz!

    Irmão, é impressão minha ou você está tentando defender Satanás? De qualquer forma, Ellen White se diz profetisa, é evidente que algumas de suas visões ela pode visto coisas a esse respeito.

    Nos textos supracitados pelo irmão simplesmente a profeta está abrindo o conhecimento ao mistério das Escrituras.

    Qualquer coisa pode ler Ap 12:7-9; Ez 28:13-17 e Is 14:12-14 para saber mais do tal anjo caído.

    O fato de não estar escrito não quer dizer, necessariamente, que as premissas que ela disse em seus escritos sejam falsos. Pelo contrário, nos conduz a compreensão mais profunda das Escrituras pois a mulher era profetisa.

    Que a graça de Cristo seja contigo.

    Amém.

    ResponderExcluir

Todos os comentários incompatíveis com a Ética cristã e/ou sem relação alguma com esta postagem serão excluídos.